Notícias

SOJA

Matéria Publicada em: 21/07/2020

SOJA RECUA NESTA 3ª FEIRA APÓS CINCO PREGÕES DE ALTA E COM MELHORA DAS LAVOURAS NOS EUA



O mercado perdia entre 4,75 e 6,25 pontos nos contratos mais negociados, por volta de 8h10 (horário de Brasília).

 Após cinco pregões consecutivos de alta, os futuros da soja voltam a recuar na Bolsa de Chicago nesta terça-feira (21). O mercado perdia entre 4,75 e 6,25 pontos nos contratos mais negociados, por volta de 8h10 (horário de Brasília), levando o agosto a US$ 8,98 e o novembro a US$ 8,93 por bushel. 

O mercado reflete um reajuste de posições depois das boas altas, mas também o índice maior de qualidade das lavouras norte-americanas. O USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) trouxe, no final da tarde desta segunda-feira (20), seu novo boletim semanal de acompanhamento de safras mantendo a qualidade das lavouras de soja e milho do país, ao contrário do que o mercado esperava. 

O índice de lavouras em boas ou excelentes condições subiu de 68% para 69% até o último domingo (19), enquanto a projeção dos traders era um recuo para 67%. São 24% das plantações em situação regular e 7% em condições ruins ou muito ruins, contra 24% e 7% da semana anterior, respectivamente. 

Seguem, portanto, as atenções sobre as condições de clima para o Corn Belt, bem como o monitoramento da demanda. Ontem, o USDA informou uma nova venda de soja dos EUA para a China - da safra nova - e segue a atenção também sobre mais aquisições da nação asiática e sua necessidade crescente de produto.
Fonte: Noticias Agricolas

Previsão do tempo

Entre-Ijuís
Sexta 07/08/2020

29º
Predomínio de Sol
10º 27º Eugênio de Castro
13º 29º Santo Ângelo
14º 28º Caibaté
11º 29º Vitória das Missões