Notícias

SOJA

Matéria Publicada em: 07/10/2020

SOJA EM CHICAGO SEGUE COM PRESSÃO DE ALTA POR ESTOQUES BAIXOS NOS EUA



A forte demanda por produtos agrícolas norte-americanos fizeram com que os principais contratos futuros da soja na Bolsa de Chicago (CBOT) subissem na manhã desta quarta-feira (7).

A forte demanda por produtos agrícolas norte-americanos fizeram com que os principais contratos futuros da soja na Bolsa de Chicago (CBOT) subissem na manhã desta quarta-feira (7). Por volta das 8h17 (horário de Brasília), o vencimento Novembro/20 subia 4,00 pontos, valendo US$ 10,48/bushel, o Janeiro/21 também teve avanço de 4,00 pontos, atingindo US$ 10,49/bushel. O contrato Maio/21 teve alta de 3,50 pontos, chegando a US$ 10,33/bushel, e o Julho/21 valorizou 3,50 pontos, com preço de US$ 10,34/bushel.

De acordo com o site Successful Farming, o Departamento de Agricultura dos Esatdos Unidos (USDA) informou ontem que que os exportadores venderam 154.400 toneladas de soja para um país não identificado. Ainda segundo o USDA, importadores também compraram 38,1 milhões de toneladas de soja desde a campanha de comercialização de 2020-2021 iniciada no início de setembro, um aumento de 169% na comparação com o período do ano anterior. 

Conforme dados da Agrifatto Consultoria, a expectativa de que os estoques norte-americanos recuem pressionou as cotações nos EUA além do clima seco no Brasil que tem prejudicado o andamento do plantio da soja em terras tupiniquins.

MERCADO INTERNO

Segundo reporte da Agrifatto Consultoria, com o avanço de 0,61% do dólar frente ao real, fechando a terça-feira (6) nos R$ 5,61, a soja brasileira seguiu firme no mercado físico, sendo negociada acima dos R$ 155,00/sc em grande parte dos portos brasileiros.


Fonte: Notícias Agrícolas

Previsão do tempo

Entre-Ijuís
Quinta 29/10/2020

32º
Parcialmente Nublado
30º Eugênio de Castro
15º 31º Santo Ângelo
13º 31º Caibaté
12º 32º Vitória das Missões