Notícias

MILHO

Matéria Publicada em: 17/11/2020

MILHO ABRE A TERÇA-FEIRA RECUANDO NA B3



As principais cotações registravam movimentações negativas entre 0,54% e 0,67% por volta das 09h21 (horário de Brasília).

A terça-feira (17) se inicia com os preços futuros do milho recuando na Bolsa Brasileira (B3). As principais cotações registravam movimentações negativas entre 0,54% e 0,67% por volta das 09h21 (horário de Brasília).

Os contratos do cereal brasileira registram baixa após fechar o último pregão levemente mais altos, com ganhos de 0,62% para o novembro/20, de 0,46% para o janeiro/21, de 0,56% para o março/21 e de 0,81% para o maio/21.

Mercado Externo

Já os preços internacionais do milho futuro começaram a terça-feira levemente mais altos na Bolsa de Chicago (CBOT). As principais cotações registravam movimentações positivas entre 1,25 e 2,25 pontos por volta das 09h08 (horário de Brasília). O vencimento dezembro/20 era cotado à US$ 4,18 com valorização de 2,50 pontos, o março/21 valia US$ 4,26 com elevação de 1,75 pontos, o maio/21 era negociado por US$ 4,29 com ganho de 1,25 pontos e o julho/21 tinha valor de US$ 4,31 com alta de 1,25 pontos.

Segundo informações da Agência Reuters, os futuros do milho sobem pelas crescentes exportações de milho dos Estados Unidos. Quase 815.000 toneladas de milho dos EUA também foram inspecionadas para exportação, incluindo quase 280.000 toneladas para a China.

“O milho está sendo sustentado pelo otimismo das novas vendas de exportação dos Estados Unidos, com a China como principal esperança. Os EUA são atualmente a principal fonte mundial de exportação de milho e é provável que continue assim nos próximos meses”, comenta Matt Ammermann, gerente de risco de commodities da StoneX.

Fonte: Notícias Agrícolas

Previsão do tempo

Entre-Ijuís
Sbado 05/12/2020

33º
Pancadas de Chuva a Tarde
16º 31º Eugênio de Castro
18º 33º Santo Ângelo
18º 32º Caibaté
18º 33º Vitória das Missões